OUTROS BLOGUES DE MINHA AUTORIA
 http://fotografias-mensagens.blogspot.com/
http://roteiro-quaresmal.blogspot.com/
http://cavalhadas-de-sao-pedro.blogspot.com/
http://fotografia-lua.blogspot.com/
http://sucataavista.blogspot.com/
http://vool-livre.blogspot.com/
http://o-boca-aberta.blogspot.com/
http://nostalgia-ponta-delgada.blogspot.com/
http://estatuaria-micaelense.blogspot.com/
http://otrechodavida.blogspot.com/
http://circospontadelgada.blogspot.pt/


É PROIBIDO A REPRODUÇÃO NO TODO OU PARTE DOS TEXTOS E IMAGENS, SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA DO AUTOR.

A Produção Tradicional do Chá nos Açores

Crê-se que o chá ( Camellia Sinensis ) foi introduzido nos Açores por volta de 1820, data em que o comandante da guarda real de D. João V  terá trazido algumas sementes do Brasil para S. Miguel.
Por longo tempo o chá não passou de planta ornamental.
O declínio dos laranjais, a partir de 1872, fez crescer o interesse pelo chá.
A Sociedade Promotora da Agricultura Micaelense manda vir de Macau dois mestres chineses com a finalidade de ensinarem as artes e técnicas da cultura do chá.
Os processos ensinados por Lau-A-Teng e Lava-Pan eram rudimentares, não exigiam construções ou maquinismos, o que facilitou o fabrico caseiro de chá, pelas populações.
Os 8 postais que aqui se apresentam “recriam” o processo tradicional de produção, ainda hoje usado em muitos lares de S. Miguel. 

   Plantação de Chá


                                                                         
   Apanha do Chá


                                                                           
   Apanhadeiras de Chá



   Depósito para o Transporte


                                                         
    Transporte da Colheita



   Depósito de Chá para Rolagem


                                                  
   Processo de Rolagem do Chá


                                                      
   Secagem em Forno de Lenha


                                                       
   Resultado Final